Pelo Comité Editorial Blog Ividador

dieta-nordica

Em que consiste exactamente a dieta nórdica?

A dieta nórdica foi recomendada pela OMS. Nós contamos-te no que consiste!

No que toca a perder peso, as estratégias para o fazer são muito variadas. Há quem opte por uma dieta muito rígida em que não é necessário exercitar demasiado. Outros argumentam que, mais do que comer pouco, deve ser o exercício físico a originar a perda de peso.

Mas entre todas as opções que existem – proteica, hipocalórica, vegetariana, vegan… Como saber qual delas funciona? É claro que não há uma única resposta e o melhor é um endocrinologista ou um nutricionista analisar a situação e preparar uma dieta adaptada às nossas necessidades físicas e nutricionais. Nós não temos todos as mesmas.

Qual é a “dieta nórdica”?

No entanto, existe uma dieta que tem vindo a ganhar relevância nos últimos anos. Na verdade, não é só “mais uma dieta”. A OMS, Organização Mundial de Saúde, recomendou-a como uma forma eficaz de perder peso. Chama-se “Dieta Nórdica” e baseia-se na alimentação anteriormente seguida pelos habitantes da Escandinávia, quando estes tinham uma dieta que consistia principalmente no consumo de carne e peixe fumados.

dieta-nordica-blog

Os ingredientes da dieta nórdica

A dieta nórdica atual tem pouco ou nada a ver com a de outrora. Esta nova dieta nórdica, a recomendada pela OMS, teria dois pilares básicos: por um lado, o peixe fresco e, por outro, os produtos orgânico, como os vegetais. Assim, na base da pirâmide alimentar da nova Dieta Nórdica não haverá hidratos de carbono, como o pão e o arroz, tão típicos da dieta mediterrânea, mas sim os vegetais.

Como é diferente da dieta mediterrânea?

Outra diferença substancial entre a dieta nórdica e a dieta mediterrânea é que a dieta nórdica não usa azeite. Em vez disso, a preferência da dieta nórdica recai sobre o óleo de colza. Além disso, outra característica desta dieta é a aposta no uso de cereais integrais, em vez de outros alimentos como o pão branco, por fornecerem mais nutrientes e serem mais completos.

De gorduras saturadas

No entanto, talvez a característica que mais se destaca seja o corte em todas gorduras saturadas. Vários estudos científicos identificam-nas como um dos principais problemas de saúde da população geral. Assim, para aplicar a dieta nórdica seria necessário comer mais frutas, optar por cereais integrais, consumir mais peixe e outros alimentos de mar e muito menos carne, apenas de boa qualidade.

Efeitos positivos da “Dieta Nórdica”

O conjunto destes padrões alimentares mostrou ter efeitos muito positivos. Não só na alimentação em geral, mas também para obter resultados em termos de perda de peso e no combate à obesidade. A verdade é que na Escandinávia a taxa de obesidade é menor do que em muitos outros países, onde não se segue esse tipo de dieta.

 

Tambien te puede interesar

atividade física desportiva

Cada vez mais o exercício físico em casa faz parte do dia a dia dos portugueses. A atividade física desportiva é um termo abrangente que se baseia na prática consciente de atividade física para alcançar um objetivo específico, como melhorar a saúde ou ganhar músculo. Neste artigo partilhamos os tipos de exercícios que podes fazer […]

17 Novembro, 2021
falta de desejo sexual do homem

O cansaço e o stress são as principais causas da falta de desejo sexual do homem. A libido masculina varia muito de homem para homem e pode diminuir, de forma temporária, devido a fatores como a ansiedade ou a fadiga. Também é normal, e natural, que o desejo sexual do homem decresça gradualmente com o […]

3 Novembro, 2021
dador de esperma

A relação entre a qualidade do esperma e a idade do homem há muito que tem sido investigada. Esta relação tem especial importância quando se considera a tendência na sociedade para o adiamento da parentalidade. De facto, os dados sugerem que existe um risco de redução da qualidade do sémen e na fertilidade associado ao […]

2 Novembro, 2021