Pelo Comité Editorial Blog Ividador

Doação de esperma

Razões para fazer uma doação de esperma

Já pensaste em fazer uma doação de esperma, mas ainda não tens a certeza se é a decisão certa? Nós ajudamos-te a saber mais. O principal motivo para fazer uma doação de esperma é ajudar! Tens a oportunidade de ajudar casais e mulheres que sonham ter um filho. PORQUÊ REALIZAR UMA DOAÇÃO DE ESPERMA? Realizar […]

Já pensaste em fazer uma doação de esperma, mas ainda não tens a certeza se é a decisão certa? Nós ajudamos-te a saber mais. O principal motivo para fazer uma doação de esperma é ajudar! Tens a oportunidade de ajudar casais e mulheres que sonham ter um filho.

PORQUÊ REALIZAR UMA DOAÇÃO DE ESPERMA?

Realizar uma doação de sémen é simples, fácil e rápido e, como recompensa, podes ajudar casais com problemas de fertilidade ou as mulheres sem parceiro a conseguir engravidar e ter um filho. Adicionalmente, de acordo com os termos fixados na Lei Portuguesa, a compensação na sequência de uma doação de esperma tem o valor máximo de 44 €, por cada dádiva. O processo de doação de esperma é desenhado para ser o mais confortável e seguro possível para todas as partes envolvidas, sem qualquer risco para o dador. Não precisas de realizar qualquer tipo de tratamento especial, nem utilizar fármacos.

O QUE É A DOAÇÃO DE ESPERMA?

A realização de uma doação de esperma é uma forma de combater a infertilidade masculina. Um homem é infértil quando não pode produzir esperma de boa qualidade ou quando os seus testículos estão ausentes devido a alguma lesão. Uma doação de esperma saudável também permite ultrapassar o risco de transferência de doenças hereditárias.

O recurso a um banco de esperma é, muitas vezes, uma decisão difícil para muitos casais, pois a criança não será concebida com os genes do pai. Como tal, é importante que todas as partes compreendam os aspetos deste tratamento e as consequências do mesmo. Esta não é apenas uma solução para ultrapassar os problemas provocados pela infertilidade masculina quando os casais desejam conceber um filho; a doação de esperma também permite que mulheres sem um parceiro realizem o sonho de serem mães.

Em qualquer dos casos, para obter o resultado esperado (a gestação de um bebé), uma doação de esperma consiste numa dádiva de espermatozoides por parte de um homem saudável. O esperma doado é congelado (em vapor de nitrogénio líquido) e armazenado num banco de esperma.

 

IMPLICAÇÕES NA TAXA DE FERTILIDADE

A taxa de fertilidade em Portugal é uma das taxas mais baixas na Europa, situando-se em 1,3 filhos por mulher em idade fértil.

Estão disponíveis várias técnicas de reprodução assistida para combater problemas de fertilidade tanto em mulheres como em homens. No entanto, continua a ser impossível superar algumas formas da infertilidade masculina através destas técnicas. Nestes casos, a única solução para casais que desejam ter um bebé é a doação de esperma.

Os tratamentos de fertilidade com recurso a espermatozoides doados têm taxas de sucesso muito elevadas. No entanto, Portugal só tem 86 dadores por cada milhão de habitantes, de acordo com dados da Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia (valores de 2016).

A baixa natalidade em Portugal é resultado de diferentes fatores, como a idade avançada em que a população decide ter o primeiro filho e o aumento de infertilidade devido a fatores ambientais. Como tal, são cada vez mais importantes e urgentes as doações de esperma da população jovem masculina.

 

QUAIS SÃO AS CAUSAS DA INFERTILIDADE MASCULINA?

Muitas vezes a infertilidade é associada às mulheres, no entanto, segundo dados da Associação Portuguesa de Fertilidade (APF) a percentagem de casos de infertilidade feminina e masculina é a mesma. Adicionalmente, o primeiro estudo epidemiológico sobre a infertilidade em Portugal concluiu que 9% dos casais são inférteis. Atualmente, estima-se que mais de 300 mil casais portugueses não conseguem ter filhos.

São várias as causas da infertilidade masculina. De acordo com dados da Sociedade Portuguesa de Medicina da Reprodução (SPMR), as anomalias no sémen são o principal motivo. No entanto, existem também outras causas de infertilidade, como problemas genéticos, infeções no sistema reprodutor, problemas hormonais ou varicocelo (dilatação varicosa das veias do cordão espermático).

 

As principais anomalias no sémen são:

– Reduzido número de espermatozoides

Espermatozoides com mobilidade reduzida

Espermatozoides com configuração anormal

Ausência de espermatozoides

 

Estas anomalias podem ser resultado de alguns dos seguintes fatores de risco:

–  Stress

Tabagismo

Alcoolismo

Sedentarismo

Obesidade

– Consumo de drogas

Exposição a substâncias tóxicas

Excesso de calor

 

BENEFÍCIOS PARA OS DADORES

De acordo com os termos fixados pelo Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida (previsto no nº 3 do Artigo 22 da Lei 12/2009, de 26 de março) a compensação por cada doação de esperma tem o valor máximo de 44 €. Este valor reflete as despesas efetuadas ou os prejuízos que resultem direta e imediatamente das dádivas, e o tempo despendido no processo, pelos quais os dadores devem ser ressarcidos.

Cada doação é um ciclo único, no qual o dador se compromete a entregar uma amostra de sémen periodicamente, durante um período aproximado de 15 a 20 semanas. Como tal, a compensação económica total, no final do período de doação, ronda os 630 €.

O número total de doações que cada dador pode realizar depende de diversos fatores. Em Portugal, a Lei da Procriação Medicamente Assistida estabelece como 8 o número máximo de famílias a partir de espermatozoides de um mesmo dador.

É importante salientar que os beneficiários não têm acesso à identificação do D mas sim as crianças nascidas, uma vez atingida a maioria de idade, se assim o solicitarem.

 

Em suma, muitos casais não têm outra alternativa para concretizar uma gravidez muito desejada. São vários os motivos pelos quais a tua doação de esperma é essencial, como problemas de fertilidade, doenças genéticas graves ou insuficiência das células sexuais. Segundo dados da Associação Portuguesa de Fertilidade, estima-se que entre 10 a 15 por cento dos casos de infertilidade só poderão ser ultrapassados recorrendo a doações de ovócitos ou espermatozoides. Ao colaborar na conquista da felicidade de outras pessoas, também terás acesso ao resultado de análises sobre o teu esperma, importantes caso pretendas ser pai no futuro. A única coisa que precisas de fazer para ser dador e ajudar alguém a alcançar o seu sonho, é levar uma vida saudável.

Tambien te puede interesar

atividade física desportiva

Cada vez mais o exercício físico em casa faz parte do dia a dia dos portugueses. A atividade física desportiva é um termo abrangente que se baseia na prática consciente de atividade física para alcançar um objetivo específico, como melhorar a saúde ou ganhar músculo. Neste artigo partilhamos os tipos de exercícios que podes fazer […]

17 Novembro, 2021
falta de desejo sexual do homem

O cansaço e o stress são as principais causas da falta de desejo sexual do homem. A libido masculina varia muito de homem para homem e pode diminuir, de forma temporária, devido a fatores como a ansiedade ou a fadiga. Também é normal, e natural, que o desejo sexual do homem decresça gradualmente com o […]

3 Novembro, 2021
dador de esperma

A relação entre a qualidade do esperma e a idade do homem há muito que tem sido investigada. Esta relação tem especial importância quando se considera a tendência na sociedade para o adiamento da parentalidade. De facto, os dados sugerem que existe um risco de redução da qualidade do sémen e na fertilidade associado ao […]

2 Novembro, 2021